terça-feira, 2 de abril de 2013

MP investiga dez transportadoras de produtos perigosos

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis) denunciou dez empresas de transporte e logística ao Ministério Público Estadual (MPE/AL) por transportar produtos perigosos - como explosivos, combustíveis e produtos químicos - de forma inadequada ou sem licença ambiental para exercer a atividade.

A denúncia será investigada no inquérito civil público aberto pelo promotor Mário Augusto Soares, publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (28). As empresas investigadas foram autuadas durante uma operação de fiscalização de transporte de produtos perigosos nas rodovias federais que cortam os municípios de São Sebastião, São Miguel dos Campos e Delmiro Gouveia.

Segundo a Divisão Técnica do Ibama, as notificações foram feitas porque as empresas não tinham licença ambiental ou estavam transportando esse tipo de carga de maneira inadequada, o que configura crime ambiental. Serão investigadas as empresas Transrio Transporte e Logística; Transportes Rener; Transvalite Logística, Andaluz Logística, Transportadora Presidente, Rafer Transporte Rodoviário de Cargas, Transporte Cavalinho, Transporte Rota Dourada, M.V.A. Transportes e Transportadora Bitury.

Além de fiscalizar o transporte de combustíveis, explosivos, produtos químicos e as demais cargas consideradas de risco, a operação tinha também o objetivo capacitar o Instituto do Meio Ambiente (IMA) para realizar a fiscalização nas rodovias estaduais.
Fonte: TNH1

Nenhum comentário: