quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Pesquisa elege Suíça como o melhor lugar para nascer em 2013; Brasil é o 37º no ranking

Segundo um estudo feito pela revista “The Economist” – e apelidado de “Loteria da Vida” -, o país europeu de apenas 8 milhões de habitantes é o melhor lugar para nascer neste ano, levando em conta 11 indicadores socioeconômicos, como nível de alfabetização da população, expectativa de vida, PIB (Produto Interno Bruto), respeito aos direitos humanos e custo de vida. O Brasil ocupa a 37ª posição.

De acordo com a pesquisa, a Nigéria seria o pior lugar onde uma pessoa poderia vir ao mundo em 2013. Os Estados Unidos, que lideravam o ranking em estudo similar feito em 1988, agora dividem a 16ª posição com a Alemanha.

Atrás da Suíça, que subiu 12 posições desde o último levantamento, está a Austrália em segundo lugar, seguida por Noruega, Suécia, Dinamarca, Cingapura, Nova Zelândia, Holanda, Canadá e Hong Kong.

Países com pequenas economias dominam as dez primeiras posições ranking, e metade deles são europeus. Apenas um faz parte da zona do euro, a Holanda, que ocupa o oitavo lugar.

Assolados por grave crise econômica, a Espanha está em 28º lugar, Portugal em 30º e a Grécia em 34º.

A “Economist” afirmou que o estudo é “sério” e que cada vez mais o local de nascimento terá um peso maior no futuro dos indivíduos. “A pesquisa tenta avaliar quais países oferecem as melhores oportunidades para uma vida próspera e saudável nos anos que virão.”
Fonte: UOL

Nenhum comentário: