terça-feira, 28 de dezembro de 2010

UTI neonatal é fechada após a morte de cinco crianças em MT.

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal do Pronto-Socorro de Cuiabá (MT) está fechada desde domingo após a morte de cinco crianças que estavam internadas no local. Segundo o Conselho Regional de Medicina (CRM), pelo menos três mortes ocorreram por causa de uma bactéria resistente a antibióticos.

"Confirmamos a morte de três crianças por causa desta bactéria, que coloniza a pele dos recém-nascidos. Ela não é resistente assim como a KPC, mas é bastante invasiva, principalmente quando atinge pacientes com o sistema de defesa comprometido", afirmou o presidente do CRM, Arlan de Azevedo Ferreira.

De acordo com o Conselho, a primeira morte ocorreu no dia 18 de dezembro. Dois óbitos foram registrados no dia 24, um no dia 25 e um no dia 26. O CRM abriu uma sindicância para apurar as causas das mortes. Segundo o presidente do conselho, denúncias apontam que há falta de funcionários e problemas estruturais no hospital. "Estamos apurando se houve condições propicias para os óbitos. Recebemos informações de que haveria falta de água na unidade e falta de equipamentos adequados, o que poderia colaborar com a contaminação", disse Ferreira.

A Secretaria Municipal da Saúde de Cuiabá informou que a UTI foi fechada para a realização de uma desinfecção no local. Não há previsão de quando a unidade voltará a funcionar.
Fonte: Portal Terra

Nenhum comentário: