quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Atendimento dos bombeiros em SP cresce 30%

O número de atendimento ao público do Corpo de Bombeiros de São Paulo aumentou 30% desde a tragédia em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Os donos de estabelecimentos querem tirar dúvidas das normas e instalações de segurança. A fiscalização em casas noturnas continuará nos próximos dias.

Na quinta-feira (31), prefeitura e governo do estado fecharam um acordo para fiscalizar em conjunto os lugares com capacidade para mais de 250 pessoas. No fim de semana, 53 estabelecimentos foram vistoriados e quatro casas foram fechadas por oferecer algum risco aos frequentadores.

Saiba mais

Prefeitura e bombeiros fecham casas noturnas na Augusta, e em Moema, Prefeitura de SP manda interditar 26 locais sem aval dos bombeiros. Entre as que precisaram fechar as portas estão a casa noturna Casablanca, em Moema, a boate Inferno, na Rua Augusta, e um cinema na Avenida São João. Neste último, a equipe encontrou oito itens que não estavam de acordo com as normas de segurança, como fiação exposta e o auto de vistoria vencido desde 2011.

Outros 47 locais foram apenas notificados. Segundo os bombeiros, esses pontos tinham problemas que não comprometiam a segurança imediata e, por isso, poderão continuar funcionando enquanto os donos resolvem as questões. De todos os locais vistoriados, apenas dois estavam com tudo em ordem.

Os donos dos estabelecimentos que foram notificados têm cinco dias para apresentar as soluções. Já os pontos que foram fechados só poderão reabrir quando forem resolvidas todas as pendências. O dono da boate Casablanca não quis falar sobre a interdição. O proprietário da boate Inferno disse que ela foi fechada apenas por precaução e que falta um documento pra regularizar a acústica da casa. O gerente responsável pelo cinema disse que vai tentar na Justiça manter o local aberto enquanto faz os reparos.

Sala São Paulo

O auto de vistoria da Sala São Paulo está vencido desde o dia 13 de janeiro. Mas o diretor Marcelo Lopes explica que todas as instalações estão em dia. Eles já prepararam oito atestados que serão entregues aos bombeiros. São relatórios que mostram onde estão cada um dos 171 extintores, a situação dos hidrantes e dos detentores de fumaça.

Nesta época do ano, a Sala São Paulo está fechada para o público. A última temporada de concertos terminou no meio de dezembro. A nova temporada só começa no fim de fevereiro. Nesse intervalo, são feitas as manutenções e as renovações de alvarás. A vistoria foi solicitada aos bombeiros no dia 1º de fevereiro e está agendada para esta terça-feira (5).
Fonte: G1 São Paulo

Nenhum comentário: